top of page
Buscar
  • Foto do escritorMaycon Lozano

Transtorno de Conduta

Certas pessoas apresentam um padrão comportamental agressivo, desafiador e frequentemente antissocial, demonstrando satisfação ao violar as regras e normas sociais e os direitos dos outros. Uma postura que ultrapassa a mera oposição e que encontra satisfação em causar prejuízo aos outros ou não respeita os limites sociais quando estes se colocam como uma barreira para ganhos e benefícios próprios. Chamamos este padrão de comportamento de Transtorno de Conduta.


“Na base do transtorno da conduta está a tendência permanente para apresentar comportamentos que incomodam e perturbam, além do envolvimento em atividades perigosas e até mesmo ilegais. Esses jovens não aparentam sofrimento psíquico ou constrangimento com as próprias atitudes e não se importam em ferir os sentimentos das pessoas ou desrespeitar seus direitos.”


Um distúrbio comportamental que geralmente se manifesta na infância e na adolescência, afetando principalmente crianças do sexo masculino. Na infância, as crianças com esse transtorno podem apresentar comportamentos que tendem a ir escalando em gravidade como mentir, roubar, fugir de casa e destruir propriedades. Já na adolescência, os sintomas podem incluir comportamentos ainda mais graves, como uso de drogas e álcool, delinquência, vandalismo e violência física. São jovens que buscam satisfazer seus impulsos e desejos, sem temer as consequências e, hora enfrentando abertamente as figuras de autoridade, hora buscando de subterfúgios para ludibriar os possíveis agente punidores.


A causa exata do Transtorno de Conduta é desconhecida, mas acredita-se que fatores ambientais, sociais e até genéticos possam estar envolvidos. Fatores como exposição à violência doméstica, episódios de abuso físico ou moral e influência de amigos, colegas ou figuras de referência com comportamentos extremos e problemáticos podem contribuir para o desenvolvimento desse transtorno. Que se mostra na forma de um entendimento deturpado dos limites sociais.


O tratamento para o Transtorno de Conduta geralmente envolve uma combinação de terapia comportamental e medicamentos, se necessários. A terapia pode ajudar a criança ou adolescente a aprender habilidades sociais e emocionais mais adequadas e a desenvolver um senso de responsabilidade, consequência e empatia pelos outros. É importante procurar ajuda profissional se você suspeitar que seu filho possa ter Transtorno de Conduta, pois o tratamento precoce pode ajudar a prevenir problemas futuros.


Referência: Bordin, I. A., & Offord, D. R. (2000). Transtorno da conduta e comportamento anti-social. Brazilian Journal of Psychiatry, 22, 12-15.


3 visualizações

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page