top of page
Buscar
  • Foto do escritorMaycon Lozano

Burnout

O intenso esgotamento físico e emocional relacionado ao trabalho vivenciado por muitos trabalhadores tem sido chamado de Burnout. Ele é caracterizado por um conjunto de sintomas físicos e psicológicos que resultam do estresse crônico no ambiente de trabalho. Podendo afetar a saúde mental e física do trabalhador, sua capacidade de desempenhar suas funções profissionais e chegando a afetar também aspectos de sua vida pessoal.


“É uma síndrome através da qual o trabalhador perde o sentido da sua relação com o trabalho, de forma que as coisas já não o importam mais e qualquer esforço lhe parece ser inútil. Esta síndrome afeta, principalmente, profissionais da área de serviços quando em contato direto com seus usuários.” (Codo, 1999)


Os sintomas podem incluir fadiga, exaustão emocional, irritabilidade, baixa autoestima, dificuldade em se concentrar e em tomar decisões, podendo inclusive, evoluir para quadros de despersonalização, onde a pessoa passa a ter uma sensação persistente de ser apenas um observador externo da própria vida, como se estivesse funcionando numa espécie de “modo automático”. O burnout pode ser causado por diversos fatores, como excesso de trabalho, falta de controle sobre o ambiente de trabalho, falta de apoio emocional e social, conflitos interpessoais, excesso de demanda no trabalho e desequilíbrio entre vida pessoal e profissional.


É importante que as pessoas com burnout procurem ajuda profissional, pois o tratamento adequado pode ajudar a prevenir o agravamento dos sintomas. Na terapia podemos aprender técnicas de relaxamento e de gerenciamento do estresse, que ajudam a reduzir os sintomas físicos e psicológicos do burnout. Outro ponto importante do tratamento é aprender a estabelecer limites mais claros entre vida pessoal e profissional, respeitando seus valores e metas pessoais. A prática de exercícios físicos e de atividades de lazer também pode ser incentivada como uma forma de aumentar a sensação de bem-estar e melhorar a qualidade de vida da pessoa.


O burnout é uma preocupação crescente para profissionais de saúde mental e gestores de empresas, pois pode ter impacto significativo na produtividade e no bem-estar dos trabalhadores. As empresas podem adotar medidas para prevenir o burnout, como a criação de um ambiente de trabalho saudável, com equilíbrio entre vida pessoal e profissional e a oferta de suporte emocional e treinamento de habilidades de gerenciamento do estresse.


Referência: Codo, W., & Vasques-Menezes, I. (1999). O que é burnout. Educação: carinho e trabalho, 2(1), 237-254.

7 visualizações

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page